Qual o estilo de liderança mais eficaz?

Qual o estilo de liderança mais eficaz?

“Liderar não é impor, mas sim despertar no outro a vontade de fazer.”

Autor desconhecido

Se há palavra que tem cada vez mais importância dentro do mundo profissional é, sem sombra de dúvida, o verbo liderar. É um líder quem dirige uma equipa, é um líder quem vai à frente de uma competição.

Em abril, falámos aqui sobre quais as características de um líder. E, para refletirmos sobre qual o estilo de liderança mais eficaz, voltamos a partilhar esses 7 pontos:

  1. Valorização do Capital Humano: valoriza os seus colaboradores e incentiva-os ao desenvolvimento e crescimento, sem receio de ser substituído;
  2. Boa comunicação: primeiro de tudo, o Líder sabe ouvir. Depois expressa-se abertamente e cria empatia com as outras pessoas;
  3. Reconhecimento dos limites pessoais: respeita cada pessoa da equipa e não invade a sua vida pessoal;
  4. Acredita e estimula a inteligência colectiva: sabe que não tem todas as respostas e conversa com a equipa;
  5. Transmite confiança: arregaça as mangas e faz. Quanto mais confiança tem em si próprio, mais consegue passar essa mensagem à equipa e ultrapassar as situações que envolvem mais stress;
  6. Sabe pedir ajuda: é humano e sabe que quando pede ajuda não é sinal de fraqueza, mas sim a melhor forma de chegar à inovação e desenvolvimento profissional;
  7. É um exemplo: age como espera que os outros ajam dentro da equipa. Incentiva ao conhecimento e ao desenvolvimento.

Isto é o que se espera de um líder, mas as pessoas são todas diferentes, logo, agem de forma diferente, encontrando o seu próprio estilo de ação.

É assim que nascem os diferentes estilos de liderança:

  1. Liderança coach: o líder procura o desenvolvimento do potencial de cada membro da equipa. O bom é que há um desenvolvimento e feedback contínuo, o menos bom é que a eficácia deste tipo de liderança depende bastante da entrega do membro da equipa;
  2. Liderança democrática: o líder incentiva a equipa para que ela participe em todas as decisões, dando sugestões e contribuições. O lado positivo é o maior comprometimento e motivação da equipa, o lado negativo é o risco de perder o controlo dos processos;
  3. Liderança liberal: neste estilo, o líder acredita que a equipa tem maturidade suficiente para funcionar sem o seu acompanhamento constante. O que pode acontecer de menos bom? A equipa sentir que não há uma direção a seguir. O lado bom? Confiança e pouca burocracia;
  4. Liderança autoritária: este estilo é fácil de perceber. O líder quer, pode e manda. Centraliza todas as decisões em si próprio e utiliza o seu julgamento do que é certo ou errado para tomar essas decisões. Apesar de o ponto bom ser uma maior agilidade na execução de todos os processos, a probabilidade de se criar um ambiente de stress, tensão e conflitos é enorme;
  5. Liderança situacional: neste estilo, o líder tem em consideração o nível de maturidade, experiência e motivação das pessoas envolvidas em determinada situação, para que somente assim, defina o seu comportamento com cada liderado. O bom deste estilo é a flexibilidade existente, já o que pode gerar problemas é constante dependência do líder.

Depois de toda esta explicação e reflexão, qual é, afinal, o estilo de liderança mais eficaz? Pois, não há! Ou melhor, há, mas cada empresa, consoante o tipo de equipa, irá ter o estilo de liderança necessário e, naturalmente, mais eficaz. Se nem uma receita de um bolo funciona bem em todas as casas, não há a fórmula mágica para uma liderança eficaz. O que funciona é conhecer bem a sua equipa e encontrar a melhor forma para levar a bom porto a empresa.

 

Agora que 2021 está quase a chegar ao fim, na nossa agenda também já escasseiam as formações onde se pode inscrever. Mas como dizem os populares, “são poucas, mas boas”. De 15 a 18 de novembro, sob a tutela de Adriana Zappalá, vai acontecer a formação “Gestão de Compensações e Benefícios”. Para fechar o ano, sugerimos que vá buscar aquele sonho de ver um livro no escaparate de uma livraria e ponha mãos à obra. A Mónica Menezes vai facilitar o workshop “Primeiros passos para escrever um livro”, oito horas de teoria e prática para tornar o seu sonho realidade. Está pronto/ a? Estamos à sua espera!

Se tiver algum assunto sobre o qual tem dúvidas e sente que podemos ajudar a esclarecer, contacte-nos.

Obrigada e até Dezembro,

Be Talent Consulting

Ao subscrever a nossa newletter, concorda que os seus dados sejam guardados e utilizados para envio da newsletter